sexta-feira, 30 de março de 2012

Fichamento do texto: “Conceitos Fundamentais da Poética”

   Compartilho aqui uma leitura sobre "Conceitos fundamentais da Poética". Esse texto diferencia e conceitua as obras literarias, e ainda classifica-as em gêneros, compreendendo assim com se dá a estrutura estética do texto.

Autor: STANIGER, Emil , Tempo Brasileiro – Rio de Janeiro, 1977, Tradução de Celeste Aída Galeão.


   Neste texto o autor de se refere as obras Alemãs e Gregas em um dos que ele comenta que é a da Ilíada e da Odisséia foi colocado no texto a mesma  tradução de Carlos Alberto Nunes.

Resumos do Capítulos:

- Conceitos
   O texto diferencia e conceitua as obras literarias, ele ainda classifica-as em gêneros:  épico, lírico, dramático e até certo ponto trágico e cômico. Ainda argumenta que algumas obras literais  que possuem  mais de um tipo de classificação senso assim uma obra orgânica. O autor de se refere as obras Alemãs e Gregas em um dos que ele comenta que é a da Ilíada e da Odisséia foi colocado no texto a mesma  tradução de Carlos Alberto Nunes. “...cada gênero era presentado com por um pequeno numero de obra.”.

- Estilo Lírico: A Recordação
   Neste estilo, ele explica a importância da constante fonética, e de como a evolução da palavra no texto dá em sua eficácia.
   “O poeta lírico é solitário, não se interessa pelo público; cria para si mesmo. Mas uma tal afirmação exige esclarecimentos. Composições líricas também publicam-se. A colheita de anos e anos é reunida e entregue a um público”. Pagina 22
   Ele por árias vezes se utiliza do exemplo de Goethe para elucidar seu raciocínio colocando os textos em alemão para exemplificar esta importância da rima e fonética.

- Estilo Épico: A Apresentação
   Neste capitulo o autor aborta algumas caraterística da obra de criação épica ou dramática ,  usando-a para conduzir seu raciocínio de sua pesquisa.
   “No épico acentua-se justamente a identidade. Como o autor épico não se altera, pode compreender que alguma coisa retorna e é a mesma. As fórmulas estereotipadas das epopeias homéricas dão a perceber quanto tal descoberta alegra o autor: "o belicoso Heitor, Aquiles de rápidos pés, Atena de olhos glaucos, o todo-poderoso Zeus Crônida". Heitor, Aquiles, Atena, Zeus estão registrados de uma vez por todas”. Pag. 40 e 41
   “É muito mais raro procurar-se delimitações entre a criação épica e a lírica , pois em tal caso , qualquer pessoa sabe notar as diferenças , e se pode excluir com facilidade qualquer dúvida sobre qual gênero se deva escolher .” pag. 38

- Estilo Dramático: A Tensão
   Neste capitulo o autor fala sobre a confecção  de textos dramáticos,  ele ñ se considera um gênero fechado, esse o texto dramático  é um obra literal que se colocado e prática percebe-se a tensão da fonética do ato na leitura da obra.
   “O, clímax do pathos em um drama pode vir a transformar o verso regular do diálogo em construções bem mais complicadas, que aparentemente quase não se diferenciam de estrofes líricas, como acontece nos "comas" de Sófocles e em alguns monólogos de Corneille. Assim como o autor lírico faz diluir a frase em fragmentos, às vezes mesmo em palavras isoladas, o patético quebra freqüentemente concordâncias gramaticais, e vai direto de um ponto alto a outro em seu discurso”.  Pag. 62
   Esse clímax pode fazer com que o personagem tenha uma atitude patética mas essa seria uma riqueza com ênfase no texto para a tensão dramática.

- Da Fundamentação dos Gêneros Poéticos
   A importância dos gêneros anteriormente exemplificado, retoma a importância de escrever com base nestas técnicas, aponta o gênero empregado e como ele esta dentro do texto. Como , entretanto , nas frases podem prevalecer ora as relações das partes , ora noções isoladas , ora os elementos sonoros , também numa obra poética ressalta ora o lírico , ora o épico , ora o dramático , sem que por isso faltem os demais , nem possam jamais — integrando uma obra de arte lingüística — estar totalmente ausentes .

- Epílogo
   Este último capítulo resume todos os autores que o texto ate então mostrou, relacionado com os textos anteriormente explicitados ainda a citações são constantes nos proposto um discussão profunda sobre produção literal.  Cita diversos autores e fragmentos de textos dramáticos.

Postado por Tatiana Duarte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário